segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Natal - RN: Delegacias de Plantão voltam a ficar lotadas

Somente na unidade da zona Sul são 35 presos em apenas uma cela. Na zona Norte, são outros 14 presos dividindo uma cela.

Por Sérgio Costa
Fotos: Sérgio Costa
As cenas chocantes de um passado recente voltam a se repetir no sistema prisional da cidade. Celas lotadas, presos algemados nas grades externas e lixo acumulado nos corredores. Um problema real que para quem está dentro se tornou pesadelo e para quem está fora é o retrato claro do abandono e a ausência de seriedade com as políticas públicas voltadas ao assunto.

Na manhã desta segunda-feira (22), a reportagem do Portal BO visitou a Delegacia de Plantão da Zona Sul, que funciona temporariamente no bairro da Cidade da Esperança. Lá, existe apenas uma cela, que está bem acima da sua capacidade. Ao todo, são 35 presos dividindo um espaço de quatro por três metros. Todos amontoados, deixando a sorte decidir quem dorme e quem vai ficar em pé durante a noite.
 
Baleado, Flávio foi algemado ao portão
 
As reclamações são as mesmas: alimentação azeda, infiltrações no interior da cela. Os que ali estão, esperam julgamento por crimes diversos, como assalto, estupro, estelionato e furto. É o caso de Flávio Nery da Silva, de 23 anos. O rapaz foi preso na madrugada desta segunda-feira em Neópolis, zona Sul de Natal.

De acordo com a polícia, o acusado e outros dois homens foram flagrados furtando caminhões de uma distribuidora. No momento da ação, um deles chegou a atirar contra a guarnição do 5º Batalhão da Polícia Militar, que revidou. Flávio foi atingido na perna e preso.

Deitado e algemado na grade do portão da delegacia, o jovem assumiu o furto, mas negou que tenha atirado na polícia. A situação não é diferente na Delegacia de Plantão da Zona Norte. Lá, são 14 presos dividindo o mesmo espaço na cela.

De acordo com um policial civil que preferiu não ser identificado, o problema só tende a piorar, visto que não há mais espaço algum em outras unidades prisionais.

Fonte: PortalBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário